Venda produtos com sua marca!

Se você tem uma marca consolidada no mercado ou deseja iniciar um novo empreendimento, desenvolvemos para você toda nossa linha de produtos com sua marca, atendendo suas necessidades e de seus clientes.

A Edumax do Brasil é devidamente regularizada e todos os produtos, antes de sua comercialização, deverão ser notificados ou registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

O que é Marca Própria?

São produtos com fabricação terceirizada e comercializados com a marca da empresa que os adquiriu. Ou seja, sua empresa compra produtos prontos e coloca a sua marca personalizada nestes produtos, criando assim uma marca própria (MP).

 

Quais os benefícios de ter produtos com Marca Própria?

Você terá a possibilidade de diferenciar sua oferta frente à concorrência: só você terá aquele produto. O que te leva a fidelizar clientes, pois quando eles têm uma boa experiência de compra com esses produtos, comprarão novamente e só os encontrarão na sua empresa.
O consumidor, por sua vez, tem a possibilidade de adquirir produtos com melhor preço sem perder a qualidade, o que é possível pois o fornecedor economiza com estocagem, distribuição e não utilização de promoção e marketing.

 

Crescimento

No Brasil a Marca Própria tem crescido a uma taxa de 8,4% e este crescimento tem aumentado cada vez mais, graças ao fato de comunicar ao consumidor final sobre a qualidade que temos hoje em MP.
O fato da MP ter um diferencial de preço e ainda assim poder garantir uma qualidade ideal, é fruto do enxugamento do custo. O desafio e a prioridade do setor é intensificar a comunicação para que o consumidor confie ainda mais na qualidade dos produtos.

 

Marca Própria no Brasil
No Brasil, as marcas próprias passaram por algumas fases. No início do século 20 eram produtos “genéricos” porque não tinham nenhuma diferenciação ou controle, as embalagens apenas identificavam o produto que continham (arroz, feijão etc) e não havia preocupação com qualidade.
Na década de 70, os varejistas começaram a estampar a marca de suas lojas nos produtos, criando uma linha capaz de competir com as tradicionais. Nos anos 90, houve uma explosão de crescimento das marcas próprias e o conceito se expandiu por todo o país, a preocupação com a qualidade do produto aumentou.
Esse cenário se consolidou com a instituição do Código de Defesa do Consumidor (CDC), que provocou a profissionalização do mercado e deu novo rumo às MP, que passaram a ter como critério de diferenciação a qualidade, valor agregado e custo–benefício.
Atualmente, as MP passam por uma nova fase de evolução, definida por alguns especialistas como a quarta geração. O foco maior dos varejistas é ter uma MP com qualidade igual ou até superior a das marcas de referência. Em vez de preço, hoje o maior diferencial é o de melhor produto.

Fonte: livro Marca Própria, Ed. Brasport, de Roberto Nascimento A. de Oliveira, e 13º Estudo de Marcas Próprias Nielsen.